MENU

COLUNISTAS


Variedades

JOSÉ WARMUTH




 
 

Sexta-feira, 21/09/2018, às 06:00

Na sala de operações

A conteceu em certo hospital de Porto Alegre:
Um senhor já idoso ia ser submetido a uma cirurgia sob anestesia local.
O cirurgião, ao entrar na sala, foi gritando:
− Trendelemburgo!
Trandelemburgo, ou simplesmente “trem” na linguagem médica coloquial, significa posicionar a mesa cirúrgica de tal forma que a cabeça do paciente fique mais abaixo do que o corpo.
−Mais trendelemburgo! Comandou o cirurgião, pretendendo que a mesa cirúrgica ficasse mais angulada ainda.
Ao ser aumentado o “trem”, o paciente deslizou sobre a mesa e foi parar no chão. Felizmente, não se machucou.
No dia seguinte, já na enfermaria, o ancião perguntou ao seu vizinho se ele ia ser operado.
Ao saber que sim,  alertou o paciente:
− Olha, se disserem:  lá vem o trem para Novo Hamburgo, te segura bem senão você vai parar no chão.
                                   ***
Um colega anestesiava uma vozinha para submeter-se a uma cirurgia de catarata, com um método em que ela ficaria acordada, mas a anestesia, uma vez instalada, produzia a paralisia dos movimentos do olho.
Para comprovar este efeito, o anestesista ordenou:
− Vó, olha para o lado direito. Agora, para o esquerdo.
Olha a barriga!
E a vozinha, sem entender o comando, comentou:
− Estou gordinha, né, doutor?
                                   ***
Há anos atrás, ao ser operado com sucesso por um dos primeiros cirurgiões do Hospital NS da Conceição, sem que lhe tivesse sido cobrado qualquer honorário, um paciente quis expressar sua gratidão ao médico e, emocionado, acabou saindo com esta abobrinha:
− Doutor, o senhor é tão bom, mais tão bom...que vai ter muita gente no seu enterro!




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL