MENU

COLUNISTAS


Geral

GERVÁZIO PLÁCIDO




 
 

Sexta-feira, 17/05/2019, às 06:00

Atlético Clube Imbituba lança novo clube

Com evento aberto ao público, jovens atletas já estreiam no Catarinense Sub-13 contra o Criciúma, nesta semana. Imbituba se prepara para reacender a paixão pelo futebol. Nesta quinta-feira (16), o time de futebol Atlético Clube Imbituba irá lançar e apresentar seu novo projeto, alguns dos principais jogadores dos times Sub-13, Sub-15 e Sub-17 que irão competir no Campeonato Catarinense, uniformes, além de equipe técnica e administrativa. O ex-jogador Lico, campeão mundial pelo Flamengo em 1981, participou do lançamento que tem como objetivo apresentar o planejamento de expansão do projeto social que já oferece aulas gratuitas para 150 meninos. A meta é atender até 500 crianças e adolescentes, atingindo mais de duas mil pessoas, diretamente, até dezembro. O projeto já conta com assessoria voluntária de profissionais das áreas de gestão, projetos, finanças, direito, marketing e comunicação.“Usamos o futebol como atrativo, mas o coração do nosso projeto é a educação cidadã. Assim, contamos com o apoio da cidade de Imbituba, nesta quinta-feira, para falar de futebol, explicar os detalhes de como funciona o time Atlético, e para expor que é possível realizar os sonhos destes meninos quando estamos juntos”, disse Michell Nunes, coordenador do projeto. As informações são de Emanuelle Querino Alves de Aviz.


Cobrança da taxa de lixo

Em reunião na Acim, empresários e governo municipal discutiram a possibilidade de uma alíquota que considere o segmento de atividade das empresas, além do metro quadrado ‘O café com o prefeito’, reunião periódica entre a Associação Empresarial de Imbituba – Acim e o chefe do Executivo Municipal, que teve como principal tema a discussão sobre o reajuste da taxa de lixo. A Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL participou do encontro representando os empresários do comércio local. O encontro foi realizado no auditório da Acim, nesta terça-feira, dia 13. O prefeito Rosenvaldo da Silva Júnior apresentou os dados que foram levados para a audiência pública, os quais explicam as questões problemáticas do recolhimento e destinação do lixo em Imbituba. “Em resumo, mesmo com o reajuste, e se recebêssemos 100% dos contribuintes, ainda não seria suficiente para cobrir o que pagamos. Isso se deve a anos de déficit com uma taxa irrisória, a problemas no sistema que cruza os dados para a cobrança, e também à inadimplência. O reajuste maior para as empresas foi decidido com base na proporção de lixo que uma empresa produz, geralmente muito mais do que uma residência, e ainda gera renda”, detalha.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL