MENU

COLUNISTAS


Política

MILTON ALVES




 
 

Sexta-feira, 18/08/2017, às 06:00

Uma região segura

A Amurel é hoje uma das regiões mais seguras do Estado, apresentando os menores índices de criminalidade de toda Santa Catarina. A informação foi passada pelo Coronel João Carlos Neves Junior, após assumir ontem o comando da 8ª Região da Polícia Militar, em Tubarão. Por isso, segundo o novo comandante, o principal objetivo de sua gestão será seguir o plano de comando que vinha sendo executado pelo Coronel Fonseca, que deixou a 8ª Região para assumir outras funções, em Florianópolis. As estratégias e ações de segurança, segundo Neves Junior, seráão o foco principal, de modo a combater a criminalidade e manter a região na média positiva.

Ganhando corpo
Como já tive oportunidade de comentar aqui, o “Domingo na Rua”, com exceção do último final de semana chuvoso, vem se fortalecendo cada vez mais com atrações e equipamentos colocados à disposição dos visitantes. No próximo domingo, por exemplo, como a organização ficará por conta da Fundação Municipal de Saúde em parceria com a Guarda Civil Municipal, teremos várias tendas para aferição de pressão arterial, aulas de nutrição, saúde bucal etc.

Dança no asfalto
Até dança no asfalto teremos com a apresentação da Cia de Balett Laura Macedo. Quem for domingo à Marechal Deodoro poderá também adotar um cãozinho. Uma equipe do Instituto Amigo Bicho lá estará com vários exemplares à disposição dos interessados. Além de tudo isso, teremos também os já tradicionais brinquedos coletivos para as crianças e os equipamentos para a prática de basquete, vôlei e futebol. 

O Brasil dos poucos
  Nem parece que é Brasil, mas é. Talvez um Brasil conhecido por poucos, mas que existe e é integrado por uma casta que parece não estar nem aí para os problemas da nossa economia. A escola Avenues, sediada em Nova York, ainda nem abriu sua unidade em São Paulo, mas bastou o lançamento da ideia num grande evento promovido num prédio comercial da Vila Olímpica, na noite de quarta-feira, para que quase duas mil famílias já procurassem o escritório, instalado na capital paulista, buscando mais informações sobre como matricular seus filhos. Ao todo serão 2.100 vagas. 

Milionários
Até aí tudo bem. Uma escola bilíngue, que promete formar “líderes globais” em várias cidades do mundo, chama a atenção e naturalmente atrai poderosos que não medem esforços para preparar com qualidade seus pupilos. O que assusta é que a mensalidade girará em torno de R$ 8.000, com mais uma taxa anual de cerca de R$ 6.000, e há perspectiva de mais gastos quando os privilegiados estiverem estudando, de fato, a partir do segundo semestre do ano que vem.

Cidadãos do mundo
É que a proposta da escola é ser uma instituição com diversos campi pelo planeta e, além do de Nova York, já se anuncia São Paulo, Vale do Silício, China e Londres. Após certo período de aulas, os estudantes brasileiros deverão circular por essas unidades em sistema de intercâmbio. A ideia é facilitar o aprendizado de várias línguas e preparar os meninos e meninas para o mundo globalizado. Tudo por conta dos papais. Quem se habilita? 

Obras com defeito
Tem horas que penso em não falar mal do Brasil, mas é difícil. Olhem só essa. Mais da metade dos imóveis do Minha Casa, Minha Vida apresentam defeito na construção. É o que revela um levantamento feito pela Controladoria-Geral da União dentro e fora das casas. Foram avaliados quase mil e quinhentos imóveis em 12 estados, num trabalho executado desde o ano passado e que se estendeu pelo primeiro semestre deste ano. 

Satisfação
Os principais problemas são infiltrações, trincas nas paredes, colunas tortas, falta de iluminação e de asfalto nas ruas, um dos compromissos exigidos pelo projeto original do Governo Federal em casos de condomínios residenciais. E o pior de tudo é que a pesquisa da CGU mostra que, apesar dos problemas, 80% dos moradores do Minha Casa, Minha Vida estão satisfeitos com a moradia. Ou seja: um povo alienado que não está nem aí para o desrespeito ao qual é submetido.




OUTRAS COLUNAS









MAIS LIDAS










Avenida Marcolino Martins Cabral, 1315, 6º piso Praça Shopping
Centro - Tubarão/SC - CEP 88701-105 - 48. 3631-5000
Todos os direitos reservados - JORNAL DIÁRIO DO SUL